quarta-feira, 21 de março de 2018

Cinebook |Episódio 2x20 – Águas calmas (Shadowhunters Review) #55



Avaliação:      

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido o episódio não leia o conteúdo abaixo.



Chegou a agora da segunda parte da nossa review!

O último episódio da 2° Temporada de Shadowhunters com certeza foi um dos mais aguardados pelos fãs de Cassandra Clare, pois o mesmo marcava o final de um ciclo, o fim do legado de Valentim Morgenstern na série. Além da promessa de trazer para a tela muitas referências do plot principal dos três primeiros livros da série, Os Instrumentos Mortais.

O episódio começa mostrando que o tão amado e odiado Sebastian conseguiu sobreviver ao golpe fatal de seu “irmão” Jace, e em seu último suspiro de vida, conjurou um ritual para invocar a sua mãe demoníaca. Uma fenda de demônios se abre em Nova York, fazendo o Instituto entrar em estado de alerta.
  Simon e Luke procuram Magnus para pedir que ele os ajude a localizar Maia, pois temem que a Rainha Seelie tenha feito algo com a jovem. Magnus continua a favor da Rainha, mostrando-se relutante ao pedido. E Simon se sente responsável pelo acontecimento, já que recusou a oferta da Rainha Seelie. A Rainha tenta arrancar informações de Maia sobre Simon, já que agora eles são namorados. Porém Maia não facilita as coisas e a Rainha a pune.
  No Instituto, as buscas por Valentim continuam. Clary admite a Jace que não se sente bem com a morte de Sebastian, afinal ele era seu irmão. Com tantos demônios a solta por Nova York, Alec, Izzy, Jace e Clary vão combatê-los. Luke e Simon procuram a Rainha Seelie e descobrem que ela ajudou Valentim a ir para Idris. Luke diz que contará a todos do submundo a traição da rainha e sai à procura de Maia, enquanto Simon permanece para uma conversa sigilosa. 
  Luke conta a Clary sobre a ida de Valentim a Idris. Com as alas protegendo a cidade e os demônios ainda a solta o grupo se divide para tentar solucionar ambos os problemas. Clary e Jace seguem para Idris através da runa de portal feita por Clary, enquanto Alec e Izzy ao ver o número de demônios crescer por Nova York, decidem pedir a ajuda de Magnus Bane para fechar a fenda de onde estão saindo. Alec procura Magnus e mesmo separados, ele implora ao feiticeiro este favor, argumentando que os demônios são um mal para todos de modo geral o que acaba convencendo Magnus. 
 Em Idris, Jace e Clary são surpreendidos pelos membros da Clave que foram corrompidos por Valentim e trabalham para o Ciclo. No reino Seelie Luke continua a procura por Maia. Jace e Clary são presos pelo cônsul Malachi e discutem sobre a lealdade dele por Valentim. Izzy e Alec recebem notícias de Imogen que diz ter certeza que Malachi é um traidor do Ciclo. Preocupados os irmãos Lightwood, agilizam sua missão para fechar a fenda demoníaca, junto com Magnus, para que assim eles consigam ajudar o quanto antes Clary e Jace em Idris. Magnus consegue fechar a fenda, após grande esforço. E Luke enfim encontra Maia e a Rainha Seelie permite que eles saiam da corte após a conversa com Simon. 
  O cônsul Malachi resolve sacrificar Clary na frente de Jace. Novamente Jace consegue ativar suas runas com seu poder angelical e salvar sua amada após o combate com os membros do Ciclo. No Instituto Alec estranha o fato de os demônios asmodei desaparecerem após o fechamento da fenda. Jace e Clary seguem para o Lago Lyn. Ao chegarem são surpreendidos por Valentim que mata Jace sem piedade. Alec sente a dor de seu parabatai e cai chamado por Jace. Clary se desespera e chora compulsivamente. A runa parabatai desaparece do corpo de Alec confirmando a morte de Jace. Enfurecida Clary tenta impedir Valentim, mas é apagada com um golpe de seu pai. 

“Ave atque vale” 

  Ao acordar Clary sofre pela morte de Jace, e questiona Valentim por amar apenas a si mesmo. Ele diz que isso não é verdade, e se importa com Clary , por isso a manteve viva para que ela visse a história ser reescrita. Livre para concluir suas ações, Valentim invoca o anjo Raziel com os instrumentos mortais. No mesmo instante Alec, Izzy e Magnus chegam a Idris. Alec pede para Magnus ficar em um lugar seguro, o feiticeiro se recusa e corre na direção da luz celestial para ajudar Clary.
  
  Valentim pede ao anjo a morte imediata de todos os submundanos e seus aliados shadowhunters. Clary consegue se libertar das algemas com a estela de Jace. Clary impede Valentim no último minuto e ambos começam a lutar pela sobrevivência. Clary termina vitoriosa, dando um fim à ameaça de seu inimigo, matando seu próprio pai, Valentim. Clary retorna da continuidade ao pedido do anjo. Ao ser, questionada por Raziel, ela diz tudo que ela quer é a vida de Jace de volta. O anjo concede a benção e Jace retorna dos mortos e eles se beijam. 
  Alec, Izzy e Magnus encontram Jace e Clare. Alec não entende como Jace está vivo e se emociona dando-o um abraço de irmão. Jace e Clare guardam o segredo. Todos visualizam o corpo de Valentim e comprovam a sua morte. Enfim tudo acabou.
 
  Os shadowhunters e os submundanos comemoram a derrota de Valentim. Izzy declara que vê Clary como uma irmã. Clary e Simon voltam a serem melhores amigos. Maia e Simon conversam, mas o vampiro se vai rapidamente de forma suspeita, sem dar muita explicação. Alec vai ao encontro de Magnus e pede para conversarem em um lugar mais reservado. Ambos colocam as cartas sobre a mesa e com um beijo selam a paz, retomando o relacionamento.  Jace pede segredo a Clary sobre seu renascimento pelo anjo. Ollie chega ao local e admiti saber que Luke é um lobisomem. Simon vai a corte Seelie e se entrega a rainha. Jace sente-se mal e grita de desespero. Lilith enfim aparece para acolher o corpo de Sebastian, seu filho. 

A terceira temporada começou ontem dia 20 e seu primeiro episódio já está disponivel na Netfix

Shadowhunters vai ao ar terça-feira na Freeform e a quarta-feira na #Netflix.

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário