quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Cinebook | Maze Runner - Prova de Fogo # 52


Avaliação:   

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! 



Assistir "Prova de Fogo" após ler o livro, me fez questionar se realmente estava assistindo a adaptação certa, pois há diferenças significativas em cena. Devo admitir que isso não me incomodou, acredito que todas as modificações feitas contribuíram para a melhor elaboração do filme de maneira geral, então, gostei muito do que vi em comparação ao livro. Como disse em minha postagem da resenha  de Maze Runner - Prova de Fogo, a leitura foi um pouco cansativa por seguir o mesmo padrão do primeiro livro da série. Já o filme, acontece o oposto. O que vemos é um novo universo cheio de ação e interatividade entre os personagens.  

É perceptível que a produção manteve o máximo de informações possíveis para que o filme fosse semelhante ao livro. Porém a forma como todo enredo foi dirigido permitiu que o telespectador compreendesse de uma forma mais direta como o grupo CRUEL manipula e usa os jovens em seus experimentos. Há a citações do Grupo B, seus testes e também têm diversas cenas com seres humanos infectados com o Fulgor, mostrando o estágio avançado da doença e como ela afeta o corpo do individuo em questão. 

São muitas as diferenças, então citarei apenas as mais perceptíveis aqui. A primeira delas é em relação a Teresa. A personagem segue com o grupo e está presente durante por toda jornada dos clareanos pelo deserto, o que intensifica seu ato de traição no final. Isso porque Thomas "salva" a jovem antes da fuga do alojamento do CRUEL. Modificando assim, o inicio da sequência de Maze Runner. 

No livro, Thomas e os outros garotos ficam por algum tempo sozinhos no alojamento do CRUEL até finalmente descobrirem que não foram resgatados e sim direcionados a segunda fase dos experimentos, que cada um possui um papel fundamental, e Teresa que está desaparecida, sendo nomeada como a traidora do grupo. No filme a traição de Teresa também acontece, no final ela também tem suas memórias restauradas (fato que só aparece no terceiro livro da série).

A segunda é a forma como Thomas conhece Jorge, Brenda e citação ao Braço Direito. No livro Thomas e seus amigos tem como missão encontrar o Refúgio Seguro para obterem a cura do Fulgor, já que todos estão infectados. No filme após seu encontro com Jorge ele diz que a única forma de ficarem seguros, longe das garras do CRUEL é encontrarem o Braço Direito. As encarregadas de Teresa,  Harriet e Sônia que a ajudam a sequestrar Thomas, e pertencem ao Grupo B aparecem no filme, apenas nas montanhas do Braço Direito.

A ligação de Teresa e Aris também não é mostrada do filme. Já no livro ambos são os causadores de um dos momentos mais cruéis em relação a Thomas. Arriscaria dizer que um dos piores e também melhores momentos do segundo volume de Maze Runner.  

O beijo de Thomas e Teresa também foi modificado, e o interessante da cena é que ele beija Brenda enquanto o rosto da moça se transforma no de Teresa e ele diz: "-Você não é ela". Isso deixa evidente o conflito de sentimentos que ele possuí pelas duas moças. No livro ambos sentimentos têm maior desenvolvimento, e fazer essa referência no filme foi um ponto muito positivo.

Por fim, Thomas, como um verdadeiro líder promete que salvará Minho das mãos do inimigo (Isso também não acontece no livro), então tudo indica que irá retornar para a locação do CRUEL  no terceiro e último filme da série. Já inicie a leitura de a Cura Mortal, e tudo que posso dizer é que com material que possuem o último filme tem tudo para ser um grande sucesso. Espero que continuem explorando este universo e fazendo essa junção do semelhante com novo que só tem elevado as produções nas telinhas, ganhando mais fãs e leitores para essa ótima série. 

Até a Cura Mortal, pessoal! 


Confira Trailer legendado abaixo:


2 comentários:

  1. Olha quem apareceu? Tudo bem? Feliz ano novo!
    Bom, eu só li o primeiro é só assisti ao primeiro também, e mesmo contendo spoiler, eu li sua resenha, sua comparação de livro x filme e gostei da maneira simples como você colocou ambos, com poucas palavras e bastante sucinto, consegui entender perfeitamente. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecy, tudo ótimo e você? Feliz Ano Novo!
      Eu estou no terceiro livro, não consigo parar de ler essa série. São muito bons e os filmes também. Estou muito curiosa para o filme "A Cura Mortal". Fico feliz que tenha gostado. Obrigada :)

      Excluir