quinta-feira, 27 de julho de 2017

Cinebook | Episódio 2x17 – Reflexo Sombrio (Shadowhunters #Review) #49



Avaliação:    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido o episódio não leia o conteúdo abaixo.

Parece que os efeitos do lago Lyn ainda perturbam a jovem Clary Fray. O episódio se inicia com ela tendo um pesadelo se afogando o qual vê seu reflexo (para entendedores / leitores dos livros já sabem o lago é o espelho mortal). Apesar de a personagem não chegar a essa conclusão até o final desse episódio, fica claro que a mensagem deixada por Jorcelyn a fará pensar sobre o assunto. Além disso, Valentim também não sabe então acredito que vão segurar essa informação até o final da série.

Clary também não consegue parar de pensar no irmão desaparecido e junto com Jace pegam a caixa que foi guardada por anos por Jocelyn onde tem o sapatinho de Jonathan, para hasteá-lo e surpresa... Sebastian mais uma vez mostra que está um passo a frente, sempre enganando os shadowhunters! 

Como mencionei na postagem anterior o conflito de emoções e instabilidade de Sebastian são maravilhosas (não que isso seja bom, mas fazem o telespectador acompanhar o personagem pelo que ele proporciona). Temos aqui, uma interação maior com Valentim (seu pai) e enquanto o pai tenta jogar o filho contra tudo e todos incluindo Clary, Sebastian mostra que sente algo por sua irmã, uma visão destorcida de amor é verdade, mas ainda sim amor. Ele diz que ela é diferente, ele realmente acredita nisso. Essa profundidade e intensidade por Clary deixam claro que ela é a única pessoa que ele não machucaria, fazendo de tudo para protegê-la, tirando do caminho aqueles que tentem afastá-la dele, isso me fez lembrar tanto do Sebastian dos livros! Outra coisa que fica claro é que Valentim não vai descansar até encontrar o Espelho Mortal e está usando seu filho para conseguir o que deseja (novidade, pois é gente outra vez a história se repete). Ele realmente só pensa nos instrumentos mortais, Jonathan! Tudo indica que a grandiosa cena dos livros entre Valentim, Clary e Jace no Lago Lyn vai acontecer, tomara! 

E para aqueles que já estavam achando que não iríamos ver o beijo entre os irmãos Clary e Sebastian (Como eu estava) é com grande prazer que este incesto perfeito aconteceu em Reflexo Sombrio. A cena foi apressada, Clary não parava de falar e Sebastian a silenciou com um beijo. Foi errado, ele sabe que é seu irmão, mas ele nunca entendeu muito bem como a palavra “amor” funciona e seus graus de diferença, então tudo se encaixou perfeitamente com o momento confuso de Sebastian. #IncestoAconteceuFinalmente 

Falando em cenas dos livros que está para acontecer, está chegando a hora de Max. É triste, pois como leitores, sabemos que muito do que aconteceu na série de TV, não tivemos nos livros. Na série Max pode crescer, tornando-se um pré-adolescente, tendo sua cerimônia de primeira runa e até conheceu Magnus Bane (seu cunhado, lidando muito bem com a opção sexual de Alec) em uma festa feita pelo feiticeiro para ele e agora seu irmão mais velho Alec e a Clave, acredita que ele está pronto para o combate nas ruas. Izzy discorda. Ela é sua treinadora, sua responsável no momento, sua imã e vê Max como seu pequeno bebê. Mas como o próprio Max disse ele é o melhor em rastreamento, inteligente ele descobre um fio de cabelo na caixa do irmão de Clary e fica frente a frente com Sebastian no final revelando que sabe que ele é Jonathan Christopher Morgenstern. Queria mais de Max, não é justo colocarem tantos momentos dele em cena para fazerem o que está nos livros, ahh já estou com saudades de vê-lo pelos corredores do Instituto de Nova York! 

É o próximo episódio vai ser um sofrimento só! Além no clima pesado entre Sebastian e Max tivemos também um conflito #Malec. O navio de amor construído pelos personagens de Alec e Magnus tem um abalo significativo em Reflexo Sombrio. Com o retorno de Cleophas (irmã de Luke) ela ainda está sobre o domínio de Valentim, ele deseja como irmã de ferro que ela conserte a Espada Alma. Cleophas tenta fugir, e fracassa, mas antes manda uma mensagem de fogo para Luke falando que a espada está com Valentim, então Karina o que isso tem haver com #Malec? Lembram que Alec ficou sabendo através de Robert (seu pai) a mentira da Clave? Pois é. Magnus o visita todo romântico trazendo um jantar à luz de velas para seu amado, falando de lealdade, transparência, honestidade e Alec não conta nada para Magnus. Pode parecer um gesto altruísta da parte de Alec não envolvê-lo aos problemas da Clave, porém acaba abrindo margem para o pensamento: “Até aonde Alec iria pela Clave, será que Magnus ficaria em segundo plano no futuro? ’’

E se tem uma coisa que conquista plenamente Magnus Bane é a honestidade das pessoas, não é a toa que fica totalmente decepcionado. Quando Luke conta para ele sobre a mensagem de sua Irmã o feiticeiro diz: “Alec teria me contado se soubesse” e Luke disse o óbvio:  “ Ele é chefe do Instituto, ele já deve saber”.  Mesmo assim Magnus vai até o Instituto (mostrando como confia no shadowhunter) e Alec diz que já sabia. Realmente isso é preocupante, é um amor impossível, ninguém disse que seria fácil, tem inúmeros motivos para acabar, mas não quero que isso aconteça. Sei que dramas fortalecem casais fortes como este  e produtores quando ser trata de #Malec  tudo tem uma medida perfeita e um peso significativo para os fãs, espero que saibam o que estão fazendo.  E obrigada por mostrarem a explosão de raiva de Magnus foi incrível.  #AmoMagnusBane!
 
Também disse na postagem anterior que nos livros Simon acaba se envolvendo com Maia e Izzy e também mencionei que nesse momento aposto em Simon com Maia. Para surpresa dos fãs, os showhuners resolveram brincar com nossos corações. Sei que não está na hora de #Sizzy acontecer, mas ele estava tão vivo neste episódio! Ok, Izzy só queria a ajuda de Simon com Max como um amigo, porém a química dos olhares e gestos até Maia ficou com ciúmes (e deveria!). Izzy essa guerreira maravilhosa, mulher encantadora ainda conversa com Maia e a faz entender que mesmo que seu coração tenha sido quebrado (o de quem nunca foi?) Simon é uma pessoa disposta a recomeçar e quer aposta nisso com Maia. Que lição Senhorita Lighwood! Sempre ajudando os amigos lutarem pelo amor! Essa é nossa garota! 

Dot a quebra galho voltou! 

Sim, quando se cria coisas novas e precisam equilibrar o enredo Dot retorna. Já estou me acostumando com esse padrão e vê-la viva já não é uma surpresa tão grande.  Sem Jocelyn, sem Idris, algo tinha que ser ligado ao Espelho Mortal para que todos começassem a procurá-lo. No início vimos que Sebastian correu para uma livraria de Elliot Nourse (feiticeiro) e o enfrentou após perder o controle depois de ser atacado. Não sei vocês, mas esse personagem me trouxe lembranças do Luke do filme Cidades dos Ossos (primeira adaptação do livro de Cassandra Clare), acho que pelo ambiente. Porém a questão é que ele possuía uma marca de proteção chama sidio,com a morte de Elliot a marca foi transferida para o segundo feiticeiro de confiança da falecida Jocelyn, Dot. 

As linhas do sidio indicam linhas de ley especificas da cidade que revela a atual localização do Espelho Mortal. Quando Dot, Clary e Jace seguem para o local correto Sebastian aparece e luta com eles, menos com Clary. Foi difícil saber se o que Clary disse mexeu com ele já que assumiu sua forma demoníaca, mas apenas o fato de trazem Jocelyn para a história novamente já valeu todo esse desenvolvimento.  É compreensível que eles não podem encontrar o espelho até o último episódio, mas francamente Dot achando aquele espelhinho com símbolo angelical e depois Dot abre o portal Clary e Jace atravessa e ela fica com Sebastian... As coisas não se encaixaram muito bem nessa parte, mas como disse foi tolerável.

Por fim, Clary abre o espelho e se vê novamente do Lago Lyn mais dessa vez a espada Alma vem em sua direção e reflete novamente em sua direção. Clary entende que isso só pode ser uma mensagem, ou ainda melhor uma visão. É mamãe Fray pode não está fisicamente em cena, mas está muito presente no final dessa segunda temporada. Os três últimos episódios prometem!   

Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Cinebook | Episódio 2x16 – Dia do Perdão (Shadowhunters #Review) #48



Avaliação:    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido o episódio não leia o conteúdo abaixo.

Enfim o episódio que Paul Wesley dirigiu foi ao ar! 

Admito que criei grande expectativa por este episódio em questão, sabia que algo seria diferente nele e não me enganei. Só classifiquei o mesmo com quatro estrelas por três motivos: Magnus não aparece (e ele é meu personagem favorito), segundo esperava ver um aprofundamento com os demais shadowhunters em Idris que não ocorreu e terceiro apesar de mudarem a história de Sebastian acredito que os produtores encontraram uma saída “estranha” para o passado do personagem. 

Mas falando dos pontos positivos, Sebastian esclarecer finalmente que Valentim ensinou tudo que sabe e que foi muito cruel o enviando para Edom (dimensão demoníaca). Na dimensão ele teve sua pele arrecada camada por camada explicando sua aparecia devastadora, mas também fazendo o telespectador compreender sua ligação inicial com Azazel.  Vale lembrar que a história original é diferente nos livros e aconselho aqueles que tiverem interesse a ler (muito melhor em minha opinião, Cassandra Clare né). Porém novamente a série conseguiu fazer os fatos se encaixarem, dando andamento para personagem, então mais uma vez foi compreensível. 

Sem Clary no caminho de Simon, o jovem vampiro precisa dar continuidade a sua vida, certo? Então porque não fazer isso com sua “amiga” Maia? Até o momento Simon tem sido um dos roteiros mais similar se comparado com os livros (sim, teve algumas modificações, porém foram leves) os produtores têm sido bem generosos. Após Clary (para quem leu) Simon se envolve com Maia e Izzy ao mesmo tempo. Se isso vai acontecer é cedo para dizer, mas Maia foi até a casa de Simon e se passou como sua ''suposta namorada'' já deu um grande indicio que pelo menos esse casal deve acontecer até o final dessa temporada. 

Voltando para o Instituto, Alec se preocupa com seu cargo de chefe agora que Valentim escapou pelo portal que o direcionava para prisão de Idris e advinha quem aparece para completar a festa? Sim o sumido (pensei que nunca mais fosse retornar a série Rs) papai Robert Lightwood! Um homem carregado de segredos que sempre podem destruir aqueles ao seu redor! Como um bom filho Alec o escuta, mas não deixa passar a chance de dizer boas verdades ao pai sobre a traição de sua mãe. Boa, Alec! E o que foi Alec dizendo que Magnus não é um caso? Já disse o quanto amo #Malec?
Robert ainda revela para seu filho a grande mentira da Clave: Nunca recuperaram a Espada Alma e o submundo ainda está em grande perigo com Valentim a solta. O que será que Alec fará? Afinal Magnus é um feiticeiro e agora como chefe do Instituto precisa escolher entre o coração e a lei. Caminhos dificeis seram percorridos por #Malec nos episódios finais. 

Um pouco mais dos dons de Jace e Clary.

Para quem estava com saudades de ver os olhos de Jace brilharem e ver Clary produzir novas runas esse foi um episódio memorável. Isso porque além do clima evidente de romance entre #Clace mesmo sem beijos, eles ainda foram parar em Idris depois de Clary abrir seu primeiro portal.  O interessante das cenas envolvendo os personagens, era que enquanto assistia #Clace não conseguia parar de pensar nos livros, o que tem sido difícil ultimamente de acontecer (essas modificações...) A parte do lago Lyn onde Clary bebe a água e fica atormentada, Jace visitando a antiga residência onde viveu com Valentim (onde Sebastian também foi criando), O anjo Athuriel revelando que Jonathan está vivo, e a cereja do bolo: Clary e Jace enfim descobrindo que existem dois Jonathan Christopher, três experimentos que ainda permanecem vivos. 

E antes que me esqueça de mencionar os diretores conseguiram “consertar” uma falha anterior. Lembram a primeira vez que o anjo Athuriel apareceu como um senhor de idade? Muitos fãs reclamaram, pois anjos não envelheceriam... E esse fato não passou batido. Enquanto Clary está em presa em sua confusão mental o anjo reaparece. Clary entende a principio que ele está falando de Jace quando diz que Jonathan está vivo e que só pode guiá-la para o caminho correto e nada mais.  O ator escolhido simbolizou muito bem a imagem divina de um ser angelical, guerreiro e sim pessoal, era um ator mais jovem. Pontos para os produtores! 

Ao se perder de Clary, Jace toma uma direção muito sábia.

Estou amando o modo como conseguem incluir Izzy em diversas cenas mesmo quando ela não é o foco principal. Estava com saudade de ver ela em ação dessa maneira forte, decidida e quando isso acontece é incrível. Dessa vez Jace machuca sua mão de maneira proposital e Alec como seu parabatai sente e adivinhem com quem ele está? Os irmãos Lightwood correm para o local que Jace e Clary estavam no Instituto e descobrem fragmentos de um portal incomum. Robert aparece e explica tudo sobre o Lago Lyn e lógico que Alec quer encontrar seu parabatai, porém como chefe precisa ficar então Isabelle segue para Idris. Rapidamente ela encontra Jace, luta com Clary e presencia um dos momentos meigos de #Clace. Jace ativa sua runa de cura e salva Clary de seu desequilíbrio mental (foi um momento muito fofo #VoltaClace).


O último fato importante desse episódio é que depois de Jace, Clary e Izzy chegarem a cabana sem sucesso, vemos que mesmo um ser imprevisível e cruel como Sebastian pode ser manipulado por Valentim. O final é tanto duvidoso, verdade, mas Sebastian não conseguiu cumprir sua vingança mandando o pai para o mesmo lugar que ficou aprisionado por anos. Juntos retornaram ao seu apartamento em Nova York para um jantar. Isso mostrou sua fragilidade, um recado silencioso que tudo que sempre desejou além da perfeição, simplesmente era ser amado.  Essa instabilidade de emoções entre amor e ódio foi o que me fez ficar encantada pelo personagem nos livros e o mesmo vem acontecendo na série para minha total felicidade. Escolheram Will Tudor, a dedo para interpretá-lo e não consigo parar de pensar como as maldades de Jonathan (Sebastian) vão atingir a todos nos quatro episódios finais. Obrigada Paul Wesley por esse episódio maravilhoso (com certeza, além andou lendo Cassandra Clare)!   

Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:



sexta-feira, 21 de julho de 2017

Notícias | Caixa de Pássaros será adaptado pela Netflix com participação de Sandra Bullock


O livro Caixa de Pássaros que teve seus direitos adquiridos a principio pela Universal Studios, agora terá andamento pela Netflix. A atriz Sandra Bullock já confirmada no elenco. O filme terá o roteiro de Eric Heisserer com direção dinamarquesa Susanne Bier. As gravações estão previstas para começar em setembro, em Los Angeles.
"Romance deJosh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão."
Fonte: skoob

Notícias | Promo dos episódios finais da 2ª temporada de Shadowhunters é divulgado


Essa semana foi agitada para os fãs de Shadowhunters!

Após a revelação de Sarah Hyland ( Namorada de Dom (Jace)) irá interpretar a Rainha Seelie em sua aparência adulta e sabermos que pela primeira vez o elenco participaria na San Diego Comic Con 2017, no evento um novo trailer dos 4 últimos episódios foi divulgado. 

O clima de suspensa prevalesse no trailer, além do comunicado que " Antes que a guerra termine, alguém vai morrer". Palpites? Eu tenho os meus, mas sem spoilers, certo? A única coisa que direi é que está chegando um grande momento dos livros para os personagens de Clary, Jace, Max e Valentim. 

Shadowhunters vai ao ar as segunda-feiras pela FreeForm e as terças pela Netflix. 

Confira promo legendado abaixo: 



terça-feira, 18 de julho de 2017

Notícias | Sequência de Dama da Meia-Noite ganha capa


Enfim, Senhor das Sombras tem capa nacional divulgada!

No dia 13 de Julho a autora Cassandra Clare informou através de seu twitter que o livro "Senhor das Sombras" sequência de "Dama da Meia-Noite" da série Os Artifícios das Trevas terá seu lançamento em 04 de Setembro deste ano.

Sendo o site Idris.BR, a editora Galera informou que a pré-venda já estaria disponível nesta semana, e aqueles que adquirir o mesmo deve vir acompanhado de cards com imagens de personagens.

Confira sinopse abaixo:

"A ensolarada Los Angeles pode ser na verdade um lugar sombrio em “Lord of Shadows”, de Cassandra Clare, sequência do livro campeão de vendas do New York Times e USA TODAY “Dama da meia-noite”. “Lord of Shadows” é um livros sobre os Caçadores de Sombras.

Emma Carstairs finalmente vingou seus pais. Ela pensou que estaria em paz. Mas ela está tudo, menos calma. Dividida entre seu desejo por seu parabatai Julian e seu desejo de protegê-lo das consequências brutais dos relacionamentos entre parabatai, ela começou a namorar seu irmão, Mark. Mas Mark passou os últimos cinco anos preso entre as fadas; Ele pode ser verdadeiramente um caçador de sombras mais uma vez?

E as cortes das fadas não estão quietas. O Rei Unseelie está cansado da paz fria e não concederá mais às demandas dos Shadowhunters. Pegos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar uma maneira de se unirem para defender tudo o que consideram mais importante – antes que seja tarde demais."

Fonte de sinopse : Idris.com.br

Confira mensagem da escritora abaixo:



segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cinebook | Episódio 2x15 – Problemas de Memória (Shadowhunters #Review) #47


Avaliação:    

ATENÇÃO: Este texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido o episódio não leia o conteúdo abaixo.

Preparem os lenços, pois este episódio teve muitas lágrimas. 

No episódio 14, Simon viveu um verdadeiro pesadelo. Isso porque a Rainha Seelie obrigou Clary a revelar seus profundos sentimentos por Jace após um beijo longo e demorado. Similar ao livro Simon fica transtornado com o coração destruído, mas como a série de TV tem o dom de mudar as coisas, para aqueles que como eu, tinha esperança de ver enfim Jordan (ex de Maia que ajuda Simon em sua transição como vampiro) em cena, sinto desapontá-los, mas ainda não foi dessa vez. Simon procura afogar-se em muito sangue em um bar submundano e Quinn (outro vampiro) o induz a buscar direto da fonte em um covil de vitimas que se oferecem como bebida. Em outras palavras um convite para Simon perder totalmente o controle que ainda lhe restava! Pobre Simon!

Alguns fatos que mais gostei neste episódio foram a jeito como lidaram com o passado de Magnus e a maneira como mostraram para o telespectador a armação de Sebastian, passo a passo para chegar ao Instituto de Nova York. Ambas as histórias foram modificadas, mantendo um pouco da essência dos livros e o mais interessante foi que mesmo assim o resultado final foi satisfatório para os personagens em questão.  

Nos livros, Sebastian está em Idris quando conhece Clary e o que ninguém suspeita é que na verdade Sebastian Verlac foi morto para que Jonathan (irmão de Clary) usasse sua identidade para se aproximar dos shadowhunters.  Na série Sebastian salva Izzy que grata o leva para o Instituto e logo Sebastian tornasse alguém confiável acima de qualquer suspeita.  Porém para os fãs dos livros que assistem a série estava meio confusa essa dinâmica diferente que os produtores criaram, não havia sinais de disfarce no personagem como, por exemplo, a pintura de cabelo falada nos livros, apesar de Will Tudor estar excelente em sua interpretação. Enfim neste episódio tudo foi explicado com riqueza de detalhes. A aparição de dois Sebastian em cena foi de confusão a esclarecimento em poucos minutos. 

Quando Aline Penhallow (prima do verdadeiro Sebastian) chegou ao Instituto para visitá-lo era visível o desconforto do personagem, ele não sabia o que falar ou como agir. Então Sebastian corre para seu apartamento em busca de informações sobre sua suposta prima (alguém que estava fora do seu planejamento) e assim descobrimos que a pessoa que ele mantinha prisioneiro é o verdadeiro Verlac. Que ao fugir acaba morto por Sebastian. Ou seja, mesmo que os produtores tenham buscado outro modo de incluir o personagem com contexto diferente dos livros, estão respeitando os acontecimentos principais da história original para alívio de todos. Uma curiosidade sobre Aline é dita em sua confessa com o falso Sebastian. Nos livros ela se envolve com Jace, assumindo mais tarde o relacionamento com outra caçadora de sombras.  Na série tudo indica que isso será desenvolvido de forma similar ao que foi com Alec. Afinal ficou claro que Aline possui alguns casos secretos e ainda não assumiu para os demais shadowhunters que também é homossexual.

Falando de Magnus Bane, após a tortura da Clave quando estava no corpo de Valentim o feiticeiro vem dando sinais que não está muito bem e o primeiro a perceber isso é Alec. Pela primeira vez vimos Alexander dormindo na cama de Magnus, o que a meu ver, fortalece a seriedade desse relacionamento que é muito presente nos livro e que por vezes pareceu mecânico na série de TV. Esse episódio trouxe uma atmosfera de intimidade, amor e companheirismo para o casal #Malec. Em uma conversa com Izzy, Alec diz que sente que seu namorado não está bem, que precisa dar espaço para ele poupando-o de preocupações desnecessárias e Izzy lhe da o melhor conselho: “Às vezes uma pessoa não consegue pedir ajuda, não permita que ele lhe afaste.” Alec escuta sua irmã e retorna ao apartamento de Magnus (Que pelo que tudo indica já é seu segundo lar, afinal ele disse :“Já é a quarta noite que acordo sozinho em uma cama”) Alec diz o feiticeiro que o ama e o convence a lhe contar o que está o atormentado.     

Então Magnus relata seu passado, como a morte de sua mãe o abala, mas principalmente o fato de ter matado seu padrasto após culpá-lo pela morte dela o chamando de abominação. Nos livros Magnus sempre parece relutante em falar sobre seu passado com Alec, isso também está presente na série, mas quem não adoraria ver as muitas camadas do personagem em cena? Eu adoraria (afinal, Magnus é meu personagem favorito). Então toda a emoção, dor mostrada por Harry Shum Jr que foi incrível nesta cena, conseguiu mostrar que o feiticeiro também possui sombras que prefere esconder de todos. Espero que os produtores continuem explorando o passado centenário de Magnus Bane.  

Voltando para #Climon, admito que eles conseguem superar as expectativas quando o assunto é fim de relacionamento. Clary e Simon estavam sendo um casal tão meloso que muita gente estava torcendo para que chegasse logo ao fim (O que inclui a mim), e depois de todo o drama envolvendo Simon neste episódio que ele pensou ter matado alguém e por fim acaba realmente a fazer isso quando elimina Quinn, o jovem resolve ouvir Clary e por um ponto final no relacionamento deles. De todas as cenas desse casal a última em que Simon pede um tempo para Clary, pois sabe que no fundo não conseguiria viver em um mundo no qual ela não existisse foi a mais bonita. A melhor cena de #Climon em minha opinião. Espero que essa amizade renasça o mais breve possível. 

A única coisa que não me agradou neste episódio foi à parceira de Luke novamente estar no lugar errado na hora errada, parece que essa mulher está em toda parte. Realmente ainda não entendi a necessidade dessa personagem. Vamos ver os próximos episódios. 

Para finalizar “Problemas de memória” teve sua grande revelação final. Após o fracasso na missão conduzida por Izzy de transportar Valentim para Idris, e Dilan levando direto para Sebastian, nosso vilão pareceu não compreender o que estava acontecendo ao ver Sebastian transformasse em um demônio sem pele diante de seus olhos. Mas Sebastian enfim disse às palavras que esclareceram tudo: “Olá pai!”. Sim, Sebastian Verlac é o verdadeiro Jonathan Christopher Morgenstern! Xii... parece que as coisas vão piorar no próximo episódio! Estou curiosa. 

Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


sexta-feira, 14 de julho de 2017

Notícias | Babi A. Sette divulga sinopse de seu novo livro


Tem novo livro de Babi A. Sette chegando! 

A nova obra da escritora "Não me esqueça" que será publicada pela Verus Editora, teve sua sinopse divulgada pela autora através de seu facebook. 

Confira recado de Babi A. Sette para seus leitores e sinopse:

"É com o coração transbordando amor que eu tenho a alegria de divulgar a capa e sinopse de Não me esqueças.

SINOPSE: 

Aos vinte e um anos Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas. Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança. Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo. Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.
Em um cenário de contos de fadas, Babi A. Sette convida o leitor a mergulhar em um mundo novo, repleto do encantamento que somente um amor de almas gêmeas pode realizar.


E é hora de agradecer: Marina Avila vc é a melhor capista, obrigada! Verus Editoraobrigadaaa tá sendo demais trabalhar com vcs, Increasy: obrigada meninas, sucesso! Minhas betas lindas muito obrigada, vcs foram e são demais. Amo vcs... E por fim todo mundo que tá aqui lendo até o final, <3 Obrigada, obrigada obrigada."



sexta-feira, 7 de julho de 2017

Notícias | Livros da série “Black Mirror” serão publicados no Brasil


Se você acompanha a série da Netflix Black Mirror, vai curtir essa notícia!

A Editora Suma de Letras informou que adquiriu os direitos para publicação da trilogia inspirada na série da Netflix, que deve ocorrer no próximo ano. Os livros terão três histórias, escritas por diversos autores sendo editadas pelo criador de Black Mirror, Charlie Brooker.   

Charlie adiantou: 

Serão histórias novas de Black Mirror escritas por autores excitantes, essa é a perspectiva. E todas elas virão através de uma grande tecnologia conhecida como livro. Aparentemente, você só precisa ler alguns símbolos impressos com tinta em papel e imagens e sons magicamente começam a aparecer em sua cabeça, construindo uma história. Me parece algo ótimo, mas vamos ver.



Resenha | Percy Jackson – O Mar de Monstros – Rick Riordan – Livro 2




Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca 
Páginas: 304
Avaliação:      


Agora Percy Jackson sabe: Ele é filho de Poseidon, deus do mar. 

Ao final do primeiro livro Percy retorna para casa na companhia de sua mãe, cumprindo assim o novo ano letivo. Tudo parece bem até que novamente fatos acontecem levando nosso herói para o acampamento que se encontra um verdadeiro caos. Primeiro os sonhos com seu amigo Grover o deixam preocupado, depois Annabeth reaparece dizendo que a árvore de Thalia foi envenenada. Quíron é acusado pelo crime e Tântalo assumi sua posição e comando do acampamento. Todos os semideuses se desesperam por soluções que possa curar a árvore e fazer com que o refúgio Meio Sangue volte a ser seguro outra vez.

Entre ciclopes e aventuras em alto mar este segundo livro da franquia assumi um estilo diferenciado do primeiro. No início Percy Jackson está na escola mais uma vez, porém agora ele tem consciência dos perigos a sua volta e está atento aos detalhes, existe um amadurecimento no personagem. Ele também possuí um novo amigo Tyson, que mais tarde acaba descobrindo ser um ciclope e seu meio-irmão. A princípio parece que Tyson foi criando para proteger Percy, mas logo os papeis se invetem e quando isso ocorre compreendemos que indiretamente Poseidon está sempre ajudando e ouvindo os pedidos de Jackson. 


"Tyson pareceu nem notar. Estava perplexo demais, tentando espantar o tridente reluzente que agora desaparecia pouco a pouco. Ele era muito inocente para entender quanto estavam rindo à custa dele, e como as pessoas eram cruéis.
Mas eu entendi.
Eu tinha um novo companheiro de chalé. E tinha um monstro como meio-irmão." - Pág. 73


Quando Percy finalmente entende que os sonhos que tem com Grover são na verdade visões por estarem interligados, que a missão de seu amigo a procura de Pã foi um fracasso encontrando-se preso na ilha de Polifemo, ciclope responsável pelo roubo do Velocino de Ouro (item que precisa para curar a árvore de Thalia) Percy sugere uma missão Tântalo para recuperar o item. Neste ponto pensei que a história do primeiro volume iria se repetir, mas Rick Riordan realmente sabe como surpreender seus leitores. Clarisse ( garota simplesmente insuportável rs) é a escolhida para missão por Tântalo, porém estamos falando de Percy Jackson e quando se trata de seus amigos não existe algo que o impeça! Sem a permissão de Tântalo ele segue juntamente com Annabeth e Tyson para a ilha de Polifemo. 

Apesar de tanto a situação de "O ladrão de raios" quanto a de "O mar de monstros" serem de imensa grandeza e responsabilidade, tudo se torna muito mais empolgante neste segundo volume, pois Jackson enfrenta riscos, luta e usa de seus poderes para alcançar resultados pelo simples fato de salvar todos aqueles que precisão ser salvos, sem visar reconhecimento, sendo generoso e altruísta com todos. Tudo que deseja é salvar o acampamento Meio-Sangue e Grover.

Sem mais spoilers...Os pontos que mais gostei desse livro foram: 

* Ter mais detalhes sobre como a névoa funciona
* A interação de Hermes e Percy em todos os momentos que falaram de Luke com textos muito sábios.
* Percy sentindo ciúmes de Tyson por conta das atitudes de Poseidon com o irmão.
* O retorno do titã Cronos e sua armadilha final.
* A grande revelação de Quíron sobre quem é seu pai.
* A futura previsão do oráculo para Percy Jackson.
* O clima "quase romântico" que fica quando Annabeth e Percy dão apoio um para o outro.

Mesmo que as aventuras (acontecimentos em alto mar) tenha certa familiaridade com "ladrão de raios" admito que gostei mais deste livro do que do primeiro, pelo seu final imprevisível e pelas diversas surpresas ao longo das páginas. Simplesmente não tem como saber o que vem a seguir, sendo intrigante, elevando a curiosidade do leitor e fazendo-o correr para o próximo volume. #Recomendo