sexta-feira, 30 de junho de 2017

Notícias | Death Note ganha novo trailer


 Death Note, está chegando!

Ontem, dia (29/06) a Netflix liberou mais um trailer da adaptação do anime japonês "Death Note". Em vídeo podemos ver mais sobre o desenvolvimento da trama onde o jovem estudante Kira, encontra um caderno capaz de causar a morte de alguém apenas escrevendo o nome da pessoa e vendo o rosto dela. Porém a medida que avança matando criminosos, Kira começa a ficar obsessivo em sua caçada, pelo poder que tem em mãos sentindo-se um deus. 


Com direção de Adam Wingard, o elenco conta com Nat Wolff (Light Turner | Kira), Keith Stanfield (“L”), Margareth Qualley (Mia Sutton), Paul Nakauchi (Watari) e Shea Whigham (James Turner). 

Death Note, estréia no dia 25 de Agosto apenas na Netflix.

Confira trailer legendado abaixo:  

Citações do livro "Percy Jackson - O Mar de Monstros" (46)



"Esse é o problema com os mortais. Uma força mágica chamada A Névoa disfarça a seus olhos a verdadeira aparência dos monstros e dos deuses, e assim eles tendem a ver apenas o que conseguem compreender." - Pág. 26

"A floresta parecia doente; a grama na campina tinha um tom pálido de amarelo, e as marcas do fogo na Colina Meio-Sangue se destacavam como feias cicatrizes." - Pág. 57

" Só não se esqueça do meu aviso! Você corre grave perigo. Não pense nem por um momento que o senhor dos titãs o esqueceu!" - (Quíron para Percy) - Pág. 62

"Tyson pareceu nem notar. Estava perplexo demais, tentando espantar o tridente reluzente que agora desaparecia pouco a pouco. Ele era muito inocente para entender quanto estavam rindo à custa dele, e como as pessoas eram cruéis.
 Mas eu entendi.
Eu tinha um novo companheiro de chalé. E tinha um monstro como meio-irmão." - Pág. 73

" Aquele Perseu sempre vencia. É por isso que minha mãe me deu seu nome, muito embora ele fosse um filho de Zeus , e eu, de Poseidon. O Perseu original foi um dos únicos heróis dos mitos gregos que teve um final feliz. Os outros morreram - traídos, espancados, mutilados, envenenados ou amaldiçoados pelos deuses. Minha mãe esperava que eu herdasse a sorte dele. Do jeito como minha vida ia até ali, eu não estava lá muito otimista." - Pág 118 - 119

" Tinha imaginado meu reencontro com Luke muitas vezes desde que ele tentara me matar no último verão. Eu me via corajosamente de pé diante dele, desafiando-o para um duelo. Mas, agora que estávamos cara a cara, eu mal conseguia impedir que minhas mãos tremessem." - Pág. 133

" Não consegui ver mais mada. Girei no ar, fui atingido na cabeça por alguma coisa dura e caí na água com um impacto que teria quebrado todos os ossos do meu corpo se eu não fosse filho do deus do mar.
  A última coisa de que me lembro foi ter afundado em um mar em chamas, sabendo que Tyson se fora para sempre e desejando ser capaz de me afogar." - Pág. 171


" - Percy, eu não sei da profecia completa, mas ela avisa sobre um filho meio-sangue dos Três Grandes... o próximo a viver até os dezesseis anos. É a verdadeira razão de Zeus, Poseidon e Hades terem feito o juramento, depois da Segunda Guerra Mundial, de não ter mais filhos. O Próximo filho dos Três Grandes que chegar aos dezesseis anos será uma arma poderosa.
- Por quê?
- Porque esse herói irá decidir o destino do Olimpo. Ele, ou ela, vai tomar uma decisão que poderá salvar a Era dos Deuses, ou destruí-la. " - Pág. 174


" Você não pode simplesmente sair por aí anunciando que sua mãe é Atena, a deusa que inventou o tear. A maioria das pessoas iria trancá-lo em um quarto de hospício." - Pág. 179

" - Dizem que as sereias cantam a verdade sobre, o que a gente deseja. Contam coisas a seu respeito que nem você mesmo percebe. É isso que é tão encantador. Se você sobrevive...se torna mais sábio. Eu quero ouvi-las. Quantas vezes terei uma oportunidade dessas?" - Annabeth - Pág. 199

" - Quer dizer, o Ocidente representa muitas das melhores coisas que a humanidade já fez...é por isso que a chama ainda arde. É por isso que o Olimpo ainda existe. Mas, às vezes, a gente só vê o que não presta, entende? E começa a pensar do mesmo jeito que Luke: " Se conseguir destruir tudo isso, posso fazer melhor." Nunca se sentiu assim? Como se você pudesse fazer um serviço melhor se fosse o dono do mundo?" - Pág. 207

" Minha raiva aumentou. Eu não podia acreditar que tinha chegado até ali, depois de perder Tyson, de sofrer e passar por tanta coisa, apenas para fracassar - detido por um monstro grande e estúpido de saiote azul-bebê feito de smokings. Ninguém iria derrubar meus amigos como moscas daquele jeito! Quer dizer...niguém, não Ninguém. Ah, você sabe o que eu quero dizer!" - Pág. 225


" Navegarás com guerreiros de osso em navio de ferro,
O que procuras, hás de encontrar, e teu o tornarás,
Mas sem esperança dirás, minha vida em pedra enterro,
Sem amigos falharás e, voando só, retornarás." - Oráculo para Clarisse. Pág. 241

" - Cronos tinha razão, Percy. Você é uma arma pouco confiável. Precisa ser substituído." - Pág. 248


" - Os seres humanos não existem no mesmo nível que os imortais. Eles não podem nem mesmo ser feridos pelas nossas armas. Mas você Percy...você é parte deus, parte humano. Vive em ambos os mundos. Pode ser ferido por ambos, e pode influenciar ambos. É isso que torna os heróis tão especiais. Você transporta as esperanças da humanidade para a esfera do eterno. Os monstros nunca morrem. Eles renascem do caos e do barbarismo que sempre fermentam embaixo da civilização, o próprio material que torna Cronos mais forte. Precisam ser derrotados de novo, e de novo, mantidos encurralados. Os heróis personificam essa luta. Você enfrenta as batalhas que a humanidade precisa vencer, a cada geração, a fim de continuar sendo humana. Entende?" - Pág. 259 -  260


" Tentei pensar, mas minha mitologia sempre foi toda confusa. Mesmo ali, quando ela era tão real, tão importante para minha vida, eu tinha problemas em guardar direito todos os nomes e os fatos. Sacudi a cabeça. 
- Você, ahn, deve a Cronos algum favor ou coisa assim? Ele poupou sua vida?
- Percy - disse Quíron, a voz inimaginavelmente suave. - O titã Cronos é meu pai. " ( Quíron para Percy) - Pág. 260


" - Percy, a parte mais difícil de ser um deus é que você, muitas vezes, precisa agir indiretamente, em especial quando se trata dos próprios filhos. Se fôssemos interferir todas as vezes em que os nosso filhos têm um problema...bem, isso só iria criar mais problemas e ressentimento. Mas eu acredito que se você pensar um pouco nisso verá que Poseidon tem prestando atenção em você. Ele respondeu às suas preces." ( Hermes para Percy) - Pág. 265


" - Famílias são complicadas. Famílias imortais são eternamente complicadas. Às vezes, o melhor que podemos fazer é lembrar um ao outro que somos aparentados, aconteça o que acontecer...e tentar limitar ao mínimo as mortes e mutilações." - Pág. 265


" Eu quis dizer alguma coisa para fazê-la se sentir melhor, mas sabia que ela estava certa. Sendo um meio-sangue, eu estaria sempre fazendo coisas que a assustavam. E, à medida que fosse ficando mais velho, os perigos simplesmente ficariam maiores. " ( Percy referindo a sua mãe) - Pág. 278


" Ainda assim, meus sonhos foram agitados. Ouvi Cronos me provocando, das profundezas do Tártaro: Polifemo está sentado cego em sua caverna, jovem herói, acreditando que obteve uma grande vitória. Será que você está menos iludido? O riso frio do titã encheu as trevas." - Pág. 281


" Os olhos azuis da menina se fixaram nos meus, e entendi o porquê da missão do Velocino de Ouro. O envenenamento da árvore. Tudo. Cronos fizera aquilo para colocar mais uma peça de xadrez em jogo - mais uma chance de controlar a profecia... [...] E eu amparava uma pessoa destinada a ser minha melhor amiga ou, possivelmente, minha pior inimiga." - Pág. 285





segunda-feira, 26 de junho de 2017

Cinebook | Episódio 2x13 - Sangue de Demônio (Shadowhunters #Review) #45


Avaliação:    

ATENÇÃO: Este Texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido ao episódio não leia o conteúdo abaixo.




Realmente ainda estou tentando entender o final deste episódio. É compreensível algumas modificações presentes na série de TV, porém o que acrescentaram foi tão sem sentido que só conseguia pensar: "Para que ?" Mas, antes de falar deste ponto extra de Maia e Jace, do último episódios, vamos ao começo. 

"Sangue de Demônio" se incia com Simon e Clary em clima total de romance (O que já está ficando chato) enquanto Jace e Maia discutem sobre o atual status do rapaz agora que é um Herondale. A fada Kaelie reaparece mostrando que possuí um "certo" rancor por Jace. Esse é o primeiro sinal que os submundanos não esqueceram que foi ele que ativou a espada alma que Valentim utilizou para matar alguns deles e o fato de agora ter entrando para a "realeza dos shadowhunters" não muda absolutamente nada para eles. Nessa cena Clary também dá o primeiro sinal que não se sente a vontade com Simon quando Jace está presente. Xii, vejo problemas no paraíso de #Climon nos próximos episódios. 


O submundo ganhou um destaque significativo neste episódio, onde o foco principal foi a morte de vários shadowhunters e suas runas arrancadas violentamente. Com diversos corpos chegando ao Instituto, possuindo traços de lobisomens, vampiros, seelies e feiticeiros a Inquisidora Imogen Herondale toma atitudes drásticas. A primeira delas foi promover Jace como chefe do Instituto ( Algo totalmente precipitado na série), a segunda foi querer implantar "chips com GPS" nos submundanos ( Isso é sério, produção?), além de intimar Luke por mera dedução e depois prender Maia pelo mesmo motivo por estar em um lugar próximo de uma das vítimas (poxa, está ficando difícil defender essa série a cada dia que passa). 

Com os shadowhunters em conflito com o submundo, #Malec também teve problemas. Ao visitar Magnus, Alec se depara com um feiticeiro radiante, bem humorado dizendo que precisava de uma mudança, porém logo o clima harmônico se desfaz quando Alec pede um fio de cabelo de seu amado para inocentá-lo. Quando Magnus diz: "Seguindo ordens da Clave cegamente outra vez Alexander ?" sentimos o tamanho do seu desconforto, mesmo que esteja visualmente melhor, Magnus ainda sente-se completamente machucado pelo que passou no episódio anterior. Ele cede a vontade de Alec, mas o expulsa. Também Alec pegou pesado chamando-o de dramático. Pobre Magnus!!

Alec retorna ao Instituto para cumprir seu papel nas buscas por informações e para quem pensou que veria Magnus chorar e revelar um pouco de seu interior, sinto decepcioná-los mas não foi dessa vez. O feiticeiro se junta a Dot tendo uma tarde animada de bebidas e dança. O clima até chega a esquentar e descobrimos que a "quase um século" Magnus e Dot tiveram algo. Outra coisa fica evidente na intimidade de Dot ao tentar beijá-lo, no passado Magnus era alguém libertino, mesmo que ele agora diga que se apaixonava pela alma antes do sexo, isso mostrou que Alexander é a primeira pessoa que muda esse comportamento, possuindo grande importância em séculos. Para aqueles que não leram os livros, ficou claro que para Magnus o shadowhunter nunca será um mero passatempo. O beijo final só comprova isso. 

Finalmente Izzy voltou ao normal, gente! Ela parece recuperada, comparado com os demais episódios. Sim, um verdadeiro alivio. A única coisa que não curti muito foi essa historia de ela visitar uma clinica de reabilitação mundana, mas nem tudo pode ser perfeito não é mesmo? Talvez isso tenha um gancho com o personagem de Simon no futuro, se isso acontecer a produção estará perdoada. Izzy enfim conta a Jace sobre seu vicio em Yin fen (Já estava na hora) e Max retorna ao Instituto tendo Izzy como sua mentora. Parabéns produtores, realmente é muito inteligente trazê-lo de volta para a série. Para quem leu os livros sabe que um dos momentos mais chocantes da série acontece com Max, Izzy e Sebastian. O sumiço de Sebastian neste episódio fez que todos suspeitassem da possibilidade da mesma, porém ainda não é o momento, então ter o fofo do Max em cena acaba criando um vinculo com o telespectador antes dos acontecimentos drásticos que estão por vim.  Quando ele desobedeceu Izzy indo atrás dela e acabando sequestrado por Kaelie, só conseguia pensar "tadinho do Max, por favor não o machuquem." Ou seja se a produção continuar neste caminho alcançaram o impacto que é preciso para o enredo de Max. Outro fato interessante foi ver como a união improvável de Izzy, Merlion e Rafael pudesse dar tão certo, a luta e o golpe fatal de Izzy trouxeram de volta toda força e garra da personagem para a trama.

Se fosse fazer uma breve lista dos cinco fatos que mais gostei neste episódio foram:

* Clary dizendo: Se você ainda tivesse sangue de demônio, ela também te prenderia Jace. ( quando ela se refere a prisão injusta de Simon e Maia

* Jace pedindo desculpas (Sim, isso aconteceu!) para Maia).

* Simon e sua música perfeita (Qual o nome dessa música, alguém sabe?)

* Discussão e reconciliação Malec

* Dança de Magnus (Coitada da Dot que não tinha o mesmo dom)


Para finalizar,Imogen retorna a Idris deixando Jace como comandante e em trê passos Jace vai das melhores atitudes a pior. Primeiro ele liberta Simon e Maia, enxergando como realmente foi injusto com ambos. Depois ele passa "a coroa" para Alec (quem merecia de fato ser o novo comandante do Instituto, sem essa volta desnecessária de ser primeiro Jace depois Alec, mas de qualquer forma foi bonito de ver #Parabatai). Então Alec dá sua primeira ordem: tirar o chip de Maia e Jace faz isso, porém também a beija. Maia e Jace não é um casal dos livros e talvez essa seja a maior revolta dos fãs. Já na série eles vivem brigando e se o beijo foi algo momentâneo pode fazer nascer uma amizade aonde era só conflitos. Agora se eles virarem um casal nos próximos episódios realmente será frustante já que ambos atores não possuem química alguma, assim como seus personagens.



Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Notícias | John Green lançará novo livro "Turtles All The Way Down"



Após ficar anos sem lançar um novo livro, o consagrado autor John Green, conhecido pelas obras A Culpa é Das Estrelas, Cidades de Papel, Quem é você Alasca? lançará sua nova obra Turtles All the Way Down (Tartarugas Por Todo o Caminho Abaixo, em tradução livre) no dia 10 de outubro de 2017, sendo publicado pela Penguin Books. Até o momento a Editora Intrínseca (responsável pelos direitos aqui no Brasil) não se pronunciou sobre uma possível publicação ou compra dos direitos na nova obra do escritor.

A editora Penguin Books publicou algumas informações sobre o livro, veja abaixo:


"Começa com um bilionário fugitivo e uma recompensa em dinheiro. A história é sobre uma amizade ao longa da vida, a intimidade de uma reunião inesperada e a ficção de fãs de Star Wars. É também sobre Tuatara, que são répteis que vivem na Nova Zelândia. Eles parecem lagartos, porém não são. A heroína tem 16 anos, se chama Aza Holmes. Aza busca pistas para encontrar o bilionário fugitivo, enquanto lida com uma doença mental.

A história é parcialmente inspirada em algumas das experiências de John. Ele fala: “Esta é a minha primeira tentativa de escrever diretamente sobre o tipo de doença mental que afetou minha vida desde a infância, então, por mais que a história seja ficcional, também é bastante pessoal.”

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Notícias | "Todo Dia" de David Levithan ganhará adaptação cinematográfica


O romance de David Levithan, Todo Dia ganhará sua adaptação. A produtora MGM, adquiriu os direitos para o filme e sua produção se inicia no próximo mês em Toronto, Canadá. O roteirista Jesse Andrews escreveu o roteiro do filme, tendo as confirmações como diretor Michael Sucsy (Para Sempre) e a australiana Angourie Rice (Dois Caras Legais) foi escolhida para interpretar a protagonista Rhiannon.

O livro foi publicado pela Galera Record aqui no Brasil e para os curiosos de plantão segue a sinopse:
"Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor."



sexta-feira, 16 de junho de 2017

Cinebook | Episódio 2x12 - Você Não Pertence a Si Mesmo (Shadowhunters #Review) #44


Avaliação:    

ATENÇÃO: Este Texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido ao episódio não leia o conteúdo abaixo.


Shadowhunters tem o dom de ser inconstante...Como havia comentado sobre o episódio anterior que esperava que os produtores mantivessem o clima de suspense, essa semana isso simplesmente não aconteceu, pelo contrário tudo ficou previsível.  


"Você não pertence a si mesmo" inicia com Magnus e Valentim em corpos trocados. Enquanto Magnus grita por ajuda na sela do Instituto, Valentim exige a Azazel seu corpo de volta sem sucesso. Devo admitir que esse episódio não foi um dos meus favoritos e que poucas coisas me chamaram atenção. Porém o fato de contarem um pouco da história dos Herondale, acabou salvando o enredo do mesmo. Harry Shum Jr (Magnus) e Alan Van Sprang (Valentim) estavam incríveis em suas interpretações e não decepcionaram. 


O primeiro fato desnecessário desse episódio foi Clary e Simon entre lenções. Eles são amigos de infância, tiveram um primeiro beijo memorável, são namorados e estão em um grude só, então para quê colocar agora esse tipo em cena? Para demostrar intimidade que não foi. Para quem leu os livros tenho certeza que ficaram chateados. Talvez não por Simon, que ainda terá muitas parceiras antes de #Sizzy finalmente acontecer, mas pelo fato do personagem de Clary. Agora ela perderá um pouco da sua essência "apaixonada" sendo jogada de Simon para Sebastian, de Sebastian para Jace (a primeira vez de Clary com Jace é tão linda nos livros, é uma pena). Enfim como disse desnecessário.   



Como a cada dia a série se afasta mais dos livros os produtores precisam amarrar algumas pontas soltas da história original, então a criatividade tem sido bem elevada ultimamente. Já que na série Clary e os outros shadowhunters não foram para Idris (que já passou da hora para aparecer), na série Sebastian foi apresentado para Clary, Alec e Jace ao ser convidado por Izzy para ficar no Instituto ( grande erro Izzy...). Foi uma atitude inteligente da série, já que todos os presentes confiam em Isabelle, e mesmo que Alec tenha ficado desconfiado como de costume (Por isso que gosto de você, Alec) ainda sim permitiu que Sebastian "entrasse para o time" por causa da irmã. 


Seguindo adiante temos a cena que o desconfiado Alec suspeita que algo está estranho com seu namorado. Após um telefonema, o rapaz segue para o Loft de Magnus. Tudo parece quase romântico até Alec visualizar Azazel e atirar com sua flecha destruído o demônio maior.  Eu realmente amo quando Matthew Daddario entra em cena como Alec, mas os efeitos foram lentos cortando o impacto do grande feito do personagem. Mesmo que Sebastian tenha praticamente o ensinando como matar este demônio, ficou parecendo fácil demais, se comparado com o episódio anterior onde dois shadowhunters e meio, com mais um feiticeiro não conseguiram nem sequer detê-lo. A cena não foi ruim, mas acelerada ficaria bem melhor na minha opinião. 


Como nos livros Valentim não suporta seres do submundo e ficar preso no corpo de um é seu real pesadelo. Com Azazel, fora da jogada,não podendo reverter seu feito outra personagem até então sumida reparece, Dot. Eu realmente estou começando a acreditar que deixaram ela viva na série, como um quebra galho para situações que não conseguissem resolver. No caso em questão, Valentim na pele de Magnus a pede para ensiná-lo a utilizar sua magia bloqueada. É visível a percepção de Dot que há algo inadequado, mas se tem alguém que ela confia de olhos fechados é Magnus Bane, então ela o ajuda.


Agora falando dos melhores momentos do episódio, que com certeza fizeram muitos fãs lembrarem dos livros. 


Como autoridade da Clave, a inquisidora Imogen Herondale exige que Clary e Jace testem suas habilidades para compreender o que o sangue de anjo faz em ambos. Então durante o treino Jace comenta: "Será que o rosto dela quebra se ela sorrir?" referindo-se a Imogen, Clary então diz: "Não seja duro com ela, não deve ser fácil ser uma Herondale...Luke disse que ela era uma pessoa muito gentil antes de o filho morrer". 
Na sequência quando Valentim interrompe a sentença de Magnus, conhecemos enfim a verdadeira história da origem de Jace Herondale. Não sei se a intenção dos produtores eram fragilizar a relação Malec, dar um ponta pé inicial para contar coisas do passado de Magnus ou simplesmente contar tudo sobre os Herondale com essa história de mudança de corpos, mas se todas esses foram motivos para faze-los, gostei muito. 

Nos livros Imogen morre após ver marca de nascença de Jace, descobrindo que ele é seu neto, não tendo qualquer relação de profundidade com ele. A série traz uma nova perspectiva nesta relação entre vó e neto. Outra coisa que me fez  lembrar dos livros foi o fato de Imogen querer matar Valentim sem o consentimento da Clave e Valentim expor todo seu rancor explicando porque sequestrou seu neto. Bom ela tenta matá-lo a sangue frio, então acredito que essa recente relação familiar não vai durar muito tempo. Pode ter sido uma pista para o telespectador. Imogen acabará morrendo pelas mãos de Valentim, esse é o meu palpite. 

Falando em pistas, finalmente temos o primeiro sinal de que #Sizzy está nascendo nas telinhas. A aproximação de Izzy e Simon por um motivo em comum foi muito bem vinda deste episódio. Para quem leu os livros, sabe que vai demorar para que eles enfim sejam um casal, mas a indireta: "Que casal atraente, há quanto tempo estão casados?" seguindo por um: "Somos só amigos" e Rosa Santiago (irmã de Rafael na série) dizendo: "Erro feio, Ele é um partidão" Oh Rosa todos concordamos com você, que venha #Sizzy. Outro ponto significativo falando em Simon foi o momento que os lobisomens e vampiros descobrem que ele é um diuno. Parece que alguém terá problemas e precisará de proteção. 

Também vemos o primeiro abalo significativo entre Magnus e Alec em  "Você não pertence a si mesmo". Com todos os sinais claríssimos que Magnus estava preso no corpo de Valentim relatando fatos íntimos do casal, Alec não acreditou no seu amado. Magnus foi torturado, quase morreu e Alec nada fez. A lealdade a clave cegou Alec. Assim temos o conflito inicial entre shadowhunters vezes seres do submundo. Magnus gritando pela mãe com lágrimas escorrendo pelo rosto, também foi horrível de vê. Depois que a situação se resolveu, Alec enfim tenta consolá-lo perguntando o que ele pode fazer para concertar as coisas, Magnus não fala nada (o que é doloroso), não se abre para o namorado como faria de costume, apenas fica em silêncio, ficando o vazio entre eles. Problemas futuros estão chegando dá para sentir.


Para finalizar, alguém finalmente deu um verdadeiro choque de realidade em Clary Fray. Graças aos anjos, Sebastian (Will Tudor está sensacional em seu papel) jogou no ventilador tudo que Clary não queria escutar. Sim foi cruel, mas conseguimos sentir com a jovem toda sua dor ( O que não tem acontecido muito ultimamente). Ambos estavam tão entregues na cena que dava para esquecer até as circunstâncias ao redor. Sem falar que as mudanças de humor de Sebastian estão incríveis até aqui, Will Tudor está ganhado minha admiração. Para melhorar ainda mais, Sebastian ainda convida Clary para jantar, o que para leitores significa "Sim, um certo incesto está por vim".  

Quem já quer ver o próximo episódio? 

Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix. 

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


quarta-feira, 14 de junho de 2017

Notícias | Maze Runner - A Cura Mortal terá participação do youtuber brasileiro Federico Devito



O youtuber Federico Devito foi convidado pela 20th Century Fox para participar das filmagens do terceiro filme da franquia de Maze Runner - A Cura Mortal.

Devito, compartilhou em seu intragram este "segredo", falando um pouco da experiencia que teve durante as filmagens em seu canal do Youtube.

O final da trilogia vai mostrar Thomas (O'Brien) descobrindo os planos da organização C.R.U.E.L., o que o leva a tomar uma importante decisão. O diretor Wes Ball, responsável também pelos filmes Correr ou Morrer e Prova de Fogo, assume o comando da adaptação. 

Maze Runner - A Cura Mortal estreia no dia 8 de fevereiro de 2018.

Confira as publicações e vídeo abaixo:






Notícias | Primeiro teaser trailer de Pantera Negra é divulgado


O Universo Cinematográfico da Marvel terá mais um filme solo de um personagem que com certeza tem muito para mostrar. Pantera Negra interpretado por Chadwick Boseman, ganhou o seu primeiro teaser trailer divulgado. 

O trailer prioriza T'Challa (Chadwick Boseman) e apresenta um pouco do reino de Wakanda. Deixando evidente que o filme terá relação aos filmes anteriores ao apresentar personagens vistos em Guerra Civil e Vingadores: Era de Ultron.

Pantera Negra chega aos cinemas no dia 15 de Fevereiro de 2018. 

Confira Teaser Trailer abaixo:

Notícias | Mauricio de Sousa fará sessão de autografo em São Paulo no próximo dia 20 de Junho


A Editora Sextante e a Saraiva estão convidando você que é fã de Mauricio de Sousa, para participar do lançamento do seu livro "Mauricio - A historia que não está no gibi". O evento acontecerá dia 20 de Junho na Saraiva Center Norte - Loja 414 em São Paulo. 


Atenção, para aqueles que tiverem o interesse de participar, segue regras do evento:

• Poderão participar do evento, fãs que possuírem o livro “Mauricio - a história que não está no gibi”;

• A participação no evento está limitada a 160 senhas para o bate-papo e 50 senhas para a sessão de autógrafos;

• Será autografado 1 livro por pessoa.

• A distribuição de senhas será feita no dia do evento, a partir das 17h na loja Saraiva do Shopping Center Norte;

• A senha é pessoal e intransferível;

• Uma vez chamada a senha imediatamente posterior ao seu número, em razão da ordem numérica de atendimento, o portador deverá retornar ao final da fila para esperar o atendimento;

• A apresentação da senha é obrigatória. No caso de extravio da senha, esta não será substituída e o portador perderá o direito de participar da sessão de autógrafos.


Também é apaixonado pelas histórias de Mauricio de Sousa? Então vale a pena conferir!

Notícias | Confirmado! Terra de Histórias do autor Chris Colfer ganhará adaptação



Ontem (13/6) o ator e escritor Chris Colfer, divulgou em seu instagram a notícia que The Land of Stories: The Wishing Spell (Terra de histórias: O feitiço do desejo), ganhará adaptação para filme live action pela Fox! 

Em legenda ele disse:

"Os Bailey Twins estão chegando à tela grande !!! #TLOSmovie (esperei muito tempo para usar essa hashtag.) "

Acredite, nós também Chris!

Na série os gêmeos Alex e Conner Bailey após a perda de seu pai, são transportados para um livro mágico no qual os contos de fadas clássicos ganharam vida. Indo para um mundo onde eles se encontram face a face com os personagens que apenas lida nas histórias. Assim os irmãos tem que lutar contra forças escuras para voltar para casa.

"Land of Stories" é composta por seis livros, sendo apenas 4 deles publicados até o momento no Brasil pela editora Benvirá. O livro que encerra a série será publicado no dia 11 de julho, ainda sem previsão aqui em nosso pais. 

Chris Colfer será co-diretor e também será roteirista da adaptação.

Confira abaixo publicação do autor:


Uma publicação compartilhada por Chris Colfer (@chriscolfer) em

terça-feira, 13 de junho de 2017

Notícias | "OtherWorld: Loved" é a nova série de P.C Cast e terá relação com House Of Night



Depois de doze livros, quatro spin-offs e dois livros extras, P.C Cast fará mais livros da mesma franquia. 

Sua nova série será intitulada "OtherWorld: Loved" e se passará um ano após os acontecimentos do último livro da série, House Of Night: Redimid.

A Novo Século (que possui os direitos autorais) já está se preparando para publicar o primeiro deles!

O lançamento de "Loved" tem previsão para Outubro.


Confira Sinopse abaixo:


"É o 18º aniversário de Zoey Redbird e a Horda de Nerds, agora adultos, continuam ocupados e espalhados pelo país por quase um ano até que Stark os convoca de volta para fazer uma surpresa a Zoey.
Mas nem tudo está tão bem assim na cidade de Tulsa. Estranhos sinais de Trevas estão surgindo – poderia estar Neferet por trás disso?

Não querendo que o desastre aconteça novamente, Zoey pede a seus amigos recém reunidos que tracem um círculo e adicionam uma camada extra de proteção sobre a gruta onde Neferet está aprisionada.

Fácil, não?

Errado. Nada é o que parece na Morada Noite.
Com os raivosos vampiros vermelhos a solta e se aproximando, Zoey e a Horda de Nerds devem se reunir novamente e combater o mal. Mas um ano é muito tempo. Terá esses amigos crescidos afastados demais?
Quando os fragmentos do mundo e os aliados se tornam inimigos, as Trevas devorarão as amizades, ou a Luz salvará aqueles que lhe são amados"


Fonte: https://www.facebook.com/houseofnightbrasiloficial/posts/515219611935317

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Notícias | As Brumas de Avalon será relançado no Brasil



Os livros "As Brumas de Avalon" da saga Ciclo Avalon, da escritora Marion Zimmer Bradley, teve seus direitos adquiridos pela editora Planeta dos Livros que publicará os livros em formato original, com lançamento do primeiro volume ainda esse ano. Os outros seis livros serão publicados na sequência. 

"As Brumas de Avalon" é uma obra de 1979, ambientada durante a vida do lendário Rei Artur e seus cavaleiros, a trama narra a já conhecida lenda arturiana em uma nova perspectiva.



Notícias | Sarah Hyland fará participação especial em Shadowhunters


Pois é pessoal, Shadowhunters está se tornando uma caixinha de surpresas...

Recentemente o canal Freeform anunciou que a namorada de Dominic Sherwood que interpreta Jace Wayland na série entrará para o elenco. Em comunicado a freeform se pronunciou:

"Em um mundo cheio de Shadowhunters, Demons, Vampiros, Lobisomens, Seelies e Warlocks, o Shadow World recebe mais uma vez na dobra, enquanto a atriz Sarah Hyland junta-se ao elenco para uma aparição especial durante a temporada de verão. O personagem de Hyland será revelado em uma data posterior. "

Ainda não há informações de quantos episódios ela apareceráo, e quem ela interpretará até o momento, mas em entrevista a atriz Katherine Mcnamara que vive o papel de Clary Fray na trama, disse que já tinha conhecimento que Sarah participaria da série e que mal via a hora de poder falar abertamente sobre isso. Curioso, não?

Apesar de existir rumores que a rainha Seelie será interpretada por uma criança, minha teoria é que o show está divulgando pistas falsas para confundir o público e continuar o clima de mistério sobre a personagem. Pela empolgação de Kat, acredito que Sarah Hyland tenha ganhando este papel, bom essa é a minha opinião.  

E vocês possuem algum palpite?

Shadowhunters está na freeform toda segunda-feira e terça-feira na Netflix à partir das 04:00 hr. 


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Lançamento | Pré-venda de "Alec Dini e o Vórtice do Tempo" já está disponível pela editora Lendari



O autor F.R. Pan ((Felipe Recchia Pan) estará na Bienal do Rio este ano para o lançamento do seu livro "Alec Dini e o Vórtice do Tempo". A Editora Lendari já liberou a pré-venda e os leitores que adquirir seu exemplar até amanhã (10/06) terá desconto de 20%, frete gratuito e o livro virá autografado pelo autor. 

No final deste mês o autor fará eventos de pré-lançamento em São Paulo e no ABC paulista, onde os leitores poderão conhecê-lo e adquirir sua obra. Assim que tiver mais informações sobre os mesmos estarei divulgando aqui no blog, leitores. 

Gostou ? Que tal se embarcar nas aventuras de "Alec Dini e o Vórtice do Tempo"? 


E adquira já o seu!

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Cinebook | Episódio 2x11 - Minha Máxima Culpa (Shadowhunters #Review) #43



Avaliação:     


ATENÇÃO: Este Texto contém SPOILER! Caso não tenha assistido ao episódio não leia o conteúdo abaixo.


Enfim Shadowhunters retornou, nesta última segunda-feira (05/06) trazendo novos ares para a série. Vi que muitos fãs ficaram muito chateados, mas ao meu ver isso ocorreu porque como já havia comentado aqui no blog em postagens anteriores, a série já vinha dando sinais que estava a cada dia se afastando da história original dos livros. Sou fã dos livros, amo as obras de Cassie, mas a série precisa ter algumas reviravoltas. Lógico que quero ver os pontos principais do livro como qualquer fã, mas também quero ver como a adaptação pode evoluir por conta própria.



Em "Minha Máxima Culpa" temos muitos fatos novos e surpreendentes. O episódio se inicia com um treino entre Alec e Jace onde ambos conversam sobre a revelação de Valentim. Agora que Jace sabe que não é irmão de Clary, o caminho estaria livre para procurar sua amada correto? Pelo menos assim pensa seu parabatai Alec. Mas Jace sabe o quanto Clary sofreu nos últimos tempos e quer poupa-la, nobre da parte dele não querer atrapalhar a relação dela e Simon, porém Valentim encontra um meio de obriga-lo a falar...Só por ter Alec e Jace juntos na cena de abertura Shadowhunters já começou muito bem na minha opinião. Dominic Sherwood (Jace) e Matthew Daddario (Alec) fazem juízo ao laço que une seus personagens é bonito de se ver.



Agora que Jace já não é mais um Wayland, Lightwood ou Morgenstern a série precisa revelar sua verdadeira origem...então a inquisidora Imogen Herondale voltou para telinha de Shadowhunters! ( O que me deixou imensamente feliz!). Apesar de não ter menção sobre sua família dela neste episódio, onde assume o lugar de Aldreetree (que está prestando contas em Idris) para julgamento de Valentim, ainda sim, o fato dela estar presente mostra que a história da família Herondale será desenvolvida em breve, logo teremos muito mais informações sobre Jace.


Lembram de um vídeo spoiler de Dominic Sherwood (Jace), dizendo para não acreditar em tudo que a Clave fala, pois é, a inquisidora comenta que a Clave está com a Espada Alma, porém não pode utiliza-la para interrogatório de Valentim por Clary ter a danificado com a nova runa, estranho, não?


Então os demônios ganham forma humana. 

Azazel, Demônio Maior, mais conhecido como um dos príncipes do inferno tendo proximidade com Asmodeus pai de Magnus Bane (pelo menos nos livros) também teve grande destaque neste episódio, possuindo até uma cena individual. Alec procura Magnus relatando os fatos ao amado, mostrando uma coleta de uma areia que só tem em Dudael (profundezas do Inferno) e mesmo que Magnus não diga qualquer fato que relacione Azazel a seu pai, o feiticeiro diz:

" - Como ele se soltou? Ele está algemado à séculos."




Sendo assim podemos deduzir que Magnus tem consciência sobre o demônio e sobre quem o aprisionou. Que venha muitos e muitos fatos do passado de Bane, estarei aguardado ansiosa por estes momentos.


Como acontece frequentemente os irmãos Lightwood roubam a cena, quando Alec protege o segredo da irmã, cuidando dela em sua enfermidade. Porém Izzy surta completamente por abstinência por yin fen, indo atrás de Rafael na primeira oportunidade, o atacando em seguida. Pensava que essa fase da Izzy tinha se encerrado no décimo episódio...enfim seu antigo "status" está de volta para que Sebastian seja apresentado a série. E pela primeira vez os produtores conseguiram acertar em algo ao tirar o colar que identifica demônios de cena, sendo danificado por Azazel. Ponto para vocês, já que não teria como Izzy ficar perto de Sebastian sem ativa-lo.


É seguro afirmar que o melhor momento deste episódio foi a aparição de Sebastian. Will Tudor dominou o papel, dando um show de interpretação, sendo possível ver a instabilidade de humor de seu personagem apenas pela sua expressão facial e corporal. Sebastian entrou na série como um grande caçador de sombras, aparentemente muito bom, disposto a ajudar, porém também vimos traços de sua outra face ao ficar vidrado, observando sua mão queimar no fogo, virando-se rapidamente para falar com Isabelle. Esse misto de gentileza e estranheza mostrou que o misterioso e enigmático Sebastian veio para ficar.



Há também um breve desenvolvimento sobre Simon ser um Diuno. Maia (que está muito melhor)  o aconselha a não se exibir para os outros submundanos o que pode ser perigoso. Simon também fala com Maureen ao telefone, será que ela volta? (Algo me diz que sim!)

Apesar de ter dado cinco estrelas para "Minha Máxima Culpa" por ter gostado muito do episódio de modo geral, devo admitir que uma única coisa que me incomodou, foi o fato de Alec, Jace ainda seguirem as vontades de Clary e a série ter a necessidade de explicar ao público o que vai acontecer. Ficou algo fora de sentido para dois caçadores de sombras tão experientes. 

Assim que Alec e Magnus encontram o colar quebrado de Izzy, era obvia a conclusão que ambos teriam que Azazel estava com ela em seu domínio, porém apesar de a sequência evoluir rapidamente entretendo o telespectador ainda sim, fica claro que novamente vão seguir Clary, simplesmente por não tentarem localizar Isabelle e correrem para Valentim. Ok, a ideia foi de Jace, mas ele não está em seus melhores dias, se sente culpado por tudo que ocasionou para sua raça e o submundo. Quando o assunto é família Alec simplesmente age ou seja também fica instável então Clary é novamente a cabeça do trio, e me pergunto porque produção? 

Na primeira temporada isso era até compreensível, pois esse comportamento de Alec, Jace, Simon e Izzy é similar aos livros, mas agora qual o sentido?

Então Valentim sugere invocar Azazel , usando Magnus e assim localizar Izzy, sendo que podiam usar qualquer outro meio que já vimos na própria série para isso e não fazem, seguem o plano do vilão que é a pessoa menos confiável? Porque gente? Porque Clary resolveu confiar nele? Ficou previsível que algo daria muito errado, principalmente quando Clary teria que usar sua runa solar para deter Azazel. 

Mas essa cena acaba sendo salva pela forma como colocaram o poder angelical de Jace em evidência, além dos efeitos visuais que estão bem melhores. Nos livros Jace é mais forte, mais rápido porém não é algo tão visual como os dons de fazer novas runas de Clary. Mesmo tendo errado claramente na sequência até chegar essa cena, tiveram a felicidade de acertar ao fazer Jace olhar para sua runa a ativando com seus olhos dourados, isso sempre será memorável para série de TV. 

O episódio termina com Alec sendo carinho com Magnus sem perceber que é Valentim, Izzy finalmente ligando para avisar que está bem retornando ao Instituto em breve, Jace e Clary tendo uma conversa promissora para o futuro de #Clace e com Magnus e Valentim trocados de corpos.

Sei que muitos fãs não curtiram, mas foi a parte que mais gostei. Além de dar movimento para Valentim que ficaria parado na série agora que está preso, ainda conseguiram colocar uma vulnerabilidade pouco vista em Magnus em destaque: Ele sempre está disposto a ajudar todos mais e quando ele está com problemas quem o ajuda? Harry Shum Jr (Magnus) e Alan Van Sprang (Valentim) são excelentes atores, não sei quem teve está brilhante ideia mas gostei muito! Bom, veremos no próximo episódio como tudo se desenvolve, estou super curiosa! 

Espero que Shadowhunters tenha muitos episódios e temporadas pela frente. Sei que acaba sendo negativo a produção continuar a surpreender os leitores (que fazem inúmeras comparações aos livros, odiando quase tudo a cada episódio e os desagradado em alguns pontos), mas por outro lado acredito que seja positivo dar movimento, ação a série com fatos imprevisíveis. Assim conseguiram conquistar as pessoas que somente assistem a série de TV. Afinal, não tem como deixar todos felizes, mas pelo menos #Shadowhunters está no ar, então vamos curtir.


Shadowhunters vai ao ar segunda-feira na Freeform e terça na #Netflix.

Para você que ainda não assistiu este episódio de Shadowhunters, Confira o Trailer abaixo:


Atividades do Blog