terça-feira, 29 de abril de 2014

Resenha | Cidades de Papel - Jonh Green



Autor: John Green
Editora: Intríseca
Páginas: 368
Avaliação:
      

Quentin Jacobsen é um jovem adolescente que alimenta uma paixão platônica por sua vizinha Margo Roth Spiegelman. Em uma determinada noite ela invade seu quarto e juntos vivenciam uma memorável aventura invadindo lugares, vingando-se de pessoas que a fizeram mal. Porém a diversão acaba quando Quentin, no dia seguinte percebe que Margo está desaparecida. 
O conto adolescente de John Green, com sentimentos intensos, impulsivas, dinâmicas traz de volta o mundo desprendido de um jovem envolvendo o leitor em seu livro. Afinal quem nunca agiu sem pensar indo atrás de algo desejado, entregando-se apenas pelas emoções dos seus 16 aos 18 anos?
Sair do padrão, ser diferente em um mundo de iguais, buscando a si mesmo, fugindo do passado rumo a libertação do seu presente, essa é a escolha de Margo que Quentin tenta decifrar através dos rastros deixados para trás por sua amada.

Envolvente, somente pelo fato de ser escrito por John Green ( autor o qual sou fã) já merece ser lido. Novamente mais um livro surpreendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog