domingo, 30 de março de 2014

Resenha | Insurgente - Veronica Roth - Livro 2


Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 509

Avaliação:      

O conflito entre as facções resulta em causas drásticas para Tris Pior, e o que deveria ser um ciclo de glória torna-se dor e inconformação. Recomeçar é a única escolha válida quando não se pode voltar atrás. Entender o sacrifício de seus pais vira uma meta a ser alcançada e desvendada. Paz, é o que procura seu coração angustiado, culpado por um ato inconsequente o qual não teve escolha. Sua divergência não é mais um segredo o que causa desconforto para alguns e curiosidade a outros. Revelações do passado de Tobias deixam ele e Tris de lados opostos. As ações de Tris podem destruí-la a medida que avança na sua busca por resposta levando-a a trair a única pessoa que realmente confia, Tobias.
Diferente do livro anterior a ação realmente começa do meio para o final. A instabilidade e insegurança de Tris toma conta da primeira parte da história. O núcleo da amizade e dos sem-facção são bem explorados também, sendo um ponto bastante positivo já que em "Divergente" a história se mantinha na Abnegação, Audácia e Erudição. O foco principal: "O que esconde Jeanine Matthews?" é revelado após grandes acontecimentos, acredito que uma das melhores partes do livro. O final novamente não deixa a desejar onde uma nova personagem abre as portas para uma realidade desconhecida por todos até então, aguçando a curiosidade do leitor para ler a sua continuação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog