segunda-feira, 24 de março de 2014

Citação do Livro "Ensaio Sobre a Cegueira" (3)


Confira abaixo citações de Ensaio Sobre a Cegueira:

" (...) Aquela confusão, meu Deus, a falta que os olhos nos fazem, ver, ver , ainda que não fosse mais que umas vagas sombras, estar diante de um espelho, olhar uma mancha escura difusa e poder dizer, ali está a minha cara, o que tiver luz não me pertence." (pág. 75)


" (...) A cegueira também é isto, viver num mundo onde se tenha acabado a esperança." 
(pág. 204)

" Um escritor é como outra pessoa qualquer não pode saber tudo nem pode viver tudo, tem de perguntar e imaginar (...)" (pág. 277)

" O difícil não é viver como as pessoas, o difícil é compreendê-las (...)" (pág. 286)

"O tempo é que manda, o tempo é o parceiro que está a jogar do outro lado da mesa, e tem na mão todas as cartas do baralho, a nós compete-nos inventar os encartes com a vida, a nossa (...) " ( pág. 303)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atividades do Blog